Arte | A Figuração Hierática de Puvis de Chavannes

Prof. Leon  Kossovitch

 

  1. A pintura de Puvis, inclassificável por critérios estilísticos e históricos, relativamente à arte da segunda metade do século XIX.
  2. A entrada na tensão estática dos anos 1860, em contraste com a mobilidade do decênio precedente.
  3. Relações com a figuração helênica do século V e com os desdobramentos desta nos séculos XVI, XVII e XVIII da Itália e da França.
  4. A rigidez exacerbada: retroação ao século VI helênico e aos tempos pós-alexandrinos no Oriente Médio sob os partas e sassânidas.
  5. O contraste entre o movimento concentrado do corpo e o efusivo da alma em Puvis.
  6. Prevalência de recortes e da analítica alegorizante da natureza e da síntese uniformizante desta em paisagens e cenas.
  7. Desdobramentos de partes da pintura de Puvis em seus contemporâneos, como Gauguin, Van Gogh, Signac, Seurat e em ulteriores, como Matisse, Picasso, Delvaux, Magritte.

 

13/03 a 03/07/2019 – 4ªs.feiras das 17h00 às 19h00 – R$ 450,00/mês.

Deixe uma resposta